Menu fechado

Parábola do semeador com atividades de interpretação

atividades de interpretação

Falaremos sobre a Parábola do semeador neste artigo, para mais informações sobre este assunto continue lendo. Confira a seguir mais detalhes!

Parábola do semeador

Parábola significa uma história que traz uma lição para nossas vidas.

Educação Religiosa

  • Objetivo geral: redescobrir sua identidade como pessoa por meio de exemplos positivos e conviver com os outros, para buscar a harmonia com Deus e o meio ambiente em que vivemos;
  • Objetivo específico: fazer uma comparação entre fábula e realidade. 
  • Conteúdo: metáforas e eventos atuais do mundo;
  • Metodologia: leia a parábola do semeador. Comente sobre metáforas e nossa realidade;
  • Atividades de registro.

Parábola do semeador

O Semeador (texto adaptado da Bíblia-MT.13) 

Um dia, Jesus saiu de casa, foi ao Lago da Galileia, sentou-se e começou a ensinar. Havia tantas pessoas reunidas ao seu redor que ele entrou em um barco e se sentou. As pessoas ficam na praia em pé. Jesus ensinou por comparação. Ele disse: ─certo homem saiu para semear sozinho. Quando ele plantou as sementes, algumas caíram na beira da estrada sendo comidas pelos pássaros. 

Outra parte das sementes caiu no local onde havia muita pedra e menos solo. Como o solo não é profundo, as sementes germinam rapidamente. Quando o sol saiu, ele queimou as plantas que haviam secado porque não tinham raízes fortes. Outras sementes caem nos espinhos, e os espinhos crescem e sufocam a planta. Mas as sementes que caíram no solo bom cresceram e se desenvolveram na base de cento, sessenta e trinta sementes por uma. E chegou à conclusão: ─ Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.

1) Perguntas de interpretação do texto: 

  1. a) Conforme o texto, quem é o semeador?
  2. b) Quantos tipos de solo existem? E quais são? 
  3. C) O que significa à terra? 
  4. D) Explique o significado de “Trinta, Sessenta e Cem por Um”. 
  5. e) Que tipo de terra você pretende se tornar em nossas atividades? 
  6. f) Além de a semente ser a palavra de Deus, que significado ela tem no ambiente escolar? g). Em nossa aula, quais frutos você pretende colher?

Atividades sugeridas em sala de aula:

1) Pegue vasos, algodão e feijão, para que a criança coloque algodão, água e feijão, e ela possa acompanhar o resultado em algumas semanas.

2) Desenhe uma árvore para cada criança, deixe-as desenhar e colar a bola de papel crepom vermelho que representa a fruta para obedecer à palavra de Deus (fortalecer o ensino da criança).

3) Use um palito de sorvete para fazer um formato de coração para cada criança. Escreva este versículo para a criança levar para casa.

Estudo para o professor:

Lição 1: O semeador

Referência bíblica: 

  • Mateus 13: 1 a 23; 
  • Marcos 4: 1 a 20; 
  • Lucas 8: 4 a 15.

Jesus frequentemente usava parábolas para contar histórias de eventos diários que ele usava para ilustrar a verdade espiritual. Ele acredita que a metáfora é um método de ensino importante. Em Marcos 4:13, Jesus enfatizou a importância de entender a parábola do semeador como base para a compreensão de outras parábolas. 

Vamos pensar cuidadosamente sobre esta história. Diz a um agricultor que plantar sementes em locais diferentes e os resultados diferem dependendo do solo. Consideramos o semeador, a semente e o solo. Semeador (professor), semente (palavra de Deus) e solo (coração da criança). O objetivo do professor é ensinar às crianças a palavra de Deus, quanto mais você semear, maior será a colheita. O plantador vai plantar as sementes no solo, mas o solo difere, mas deve ser plantado independente do solo.

Vamos ver como as sementes caem em diferentes tipos de solo:

1) Solo duro e impermeável à beira da estrada. Pessoas que ouvem, mas recusam, não querem entender e não permitem que isso penetre no coração das pessoas.

2) Solo rochoso (pedregoso) onde as raízes das plantas nunca penetram. É alguém que aceita a palavra de maneira superficial, não tem verdadeiro arrependimento, não quer comprometer com Deus e então se desvia, e não há ninguém que se converta verdadeiramente.

3) Solo com espinhos, ervas daninhas e solo infrutífero. São aqueles que não querem abrir mão de algumas coisas pecaminosas, procurando pessoas que atrapalham o sucesso, pessoas e riquezas na busca do reino de Deus. A vida cristã não pode brotar, está sufocada pelas raízes do mundo.

4) Solo fértil, onde produz frutos. Ele realmente nasceu de novo, provando que está com Deus. Palavras são aceitas, compreendidas e obedecidas. Onde os vários aspectos do fruto do Espírito se manifestam em sua vida diária.

A conclusão desta metáfora fica a cargo de todos: com fé, acreditamos que cada criança é um pedaço de solo fértil, onde dará muitos frutos ao longo da vida. E você? Que tipo de solo você é?

Como explicar para as crianças a parábola do semeador

A maior parte do ministério de Jesus é ensinar as pessoas através de histórias. No entanto, a Bíblia contém muitas histórias sobre Ele, chamadas de parábolas, usando objetos na terra para explicar os princípios do céu. Além disso, a parábola do semeador conta a história de um agricultor semeando sementes em diferentes categorias de solo. Quando os professores usam palavras que conhecem, é fácil para as crianças entender que o solo representa o estado interior das pessoas.

Passo 1

Contudo, leia com antecedência a parábola da semeadura em Mateus 13: 1-23 na Bíblia. Familiarize-se com esta história e esteja preparado para quaisquer perguntas que uma criança possa fazer.

Passo 2

No entanto, prepare amostras de solo para que as crianças possam apreciar intuitivamente a categoria de solo descrito por Jesus. Recomenda-se que coloque a terra para vasos em um copo de plástico, outro com terra batida, o terceiro com solo rochoso e o quarto com ramos de arbustos espinhosos ou hastes de rosa.

Passo 3

Contudo, leia as parábolas da Bíblia em voz alta ou use parábolas com gravuras para crianças. Ao ler a história, mostre-lhes cada categoria de solo. Portanto, passe o copo e deixe-os cada um sentir.

Passo 4

Contudo, explique às crianças que o solo representa nossa condição interior. O pó é como uma pessoa que não entende a palavra de Deus. No entanto, a terra rochosa representa aqueles que inicialmente aceitaram a verdade da Bíblia, mas logo retornaram ao antigo modo de vida. Além disso, os espinhos são como as preocupações e a ansiedade da vida, sufocando a confiança das pessoas. Portanto, o solo em vaso representa um coração saudável, pronto para receber e ser nutrido pela Palavra de Deus.

Referência: https://comeceodiafeliz.com.br/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *